Palavras ao vento…

causos, verdades e mentiras de uma vida repletas de palavras.

Geração “Ficar” Fevereiro 22, 2008

Filed under: Relacionamentos — giovannavilela @ 9:38 pm

Sexta feira chegou e junto a hora da liberdade fabricada. Hoje é o dia nacional de beijar na boca, encher a cara e cantar de peito estufado “Eu sou de ninguém, sou de todo mundo e todo mundo é meu também”.

E se pintar um sentimento mais forte deixa pra lá, afinal vai perder a festa de sábado e ficar em casa namorando, isso é coisa do passado.Hoje em dia todo mundo quer ser de ninguém mas não abre mão de ter alguém que é só seu, assim nas horas de fraquesa – porque afinal só mesmo fraquesa é motivo para dormir de conchinha muitos dias com a mesma pessoa – nessa hora pega o celular, pede uma pizza e um pouco de cafuné para quem quer ser só seu.

No dia seguinte tudo volta ao normal e o outro volta a se sentir mal.Ficar virou banal , legal é enrolar, se divertir. Mandar flores virou coisa de Tyrso, esse bobo que se apaixonou de verdade e queria ficar junto falar coisas bonitas e cuidar da mulher amada, tem coisa mais cafona?

O amor saiu de moda. O Hype agora é ser livre, freqüentar varias festas e vários amigos, sair em turma, não fazer planos a dois e rir dos casais que vão se casar, afinal como ensinaram os pais separados, filhos da geração repressão, casamento não da certo, devemos abrir as amarras, viver cada uma na sua casa, onde já se viu misturar problemas? Vamos aproveitar e ficar, não com uma, mas com algumas ao mesmo tempo, assim quando alguma mulher estiver mais chata é só ligar para outra.

Mas isso vai passar, um dia a mulher certa vai fazer com que finalmente aconteça o namoro, vai esperando uma magica! Namorar, essa palavra que já virou poesia nas mãos de Vinícius hoje virou algema.

Quem quer ser cobrado se a caso resolver viajar por um tempo e não avisar? Somos livres, somos nômades, auto-suficientes,certo? Cada um com seus problemas suas duvidas pois quem é forte não ama, fica..O problema é que essa geração ficar não conhece a delicia de dormir de conchinha, rolar na cama enquanto o jantar a dois espera na sala, não sabem o que é nadar pelado numa cachoeira e se esconder do guarda florestal, não conhecem a adrenalina do amor compartilhado, não sabem que amar é ser livre e namorar não é algema mas alegria e coragem.

Se viver as coisas boas da vida  sozinho já é bom, imagina compartilhar. Não tudo, afinal transformar dois “eu’s” num só “nós” o tempo todo pode sim ser perigoso, mas se você é esperto o suficiente para escolher a pessoa certa vai ser esperto também de não banalizar isso,certo? Quem sabe um dia a palavra namoro volte a ser poesia, quem sabe esse discurso de liberdade se afogue nos vários copos de vodka com energético para reaparecer num gole de vinho, porque não há nada que se aprenda sem antes treinar e namorar exige muito treino.

Anúncios
 

3 Responses to “Geração “Ficar””

  1. Pedro - RJ Says:

    Gostaria de um pouco de mel com queijo de manhã, com alguém do lado para me perguntar porque eu como isso.

    (www.pedromilhouse.blogspot.com)

  2. Gui Says:

    E você, vai continuar fugindo ou vamos passear de mãos dadas por ai?

  3. camila Says:

    texto profundo. parabéns pelo que escreveu sobre isso, veio a calhar não teria hora mais certa…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s